Antena Ligada: André L. R. Mendes – Surf Budismo

Espalhe!
Após um longo hiato, por motivos de super atarefamento desse blogueiro, o Antena Ligada, parte integrante aqui do CPR está de volta com o o melhor da musica independente, que você não encontra nos grandes meio de comunicação corporativistas.
 
E no Antena Ligada de hoje temos o cantor e compositor André L. R. Mendes que lançou há algum tempo o seu quarto disco solo gravado em estúdio “Surf Budismo
 
 
 
André nos anos 90 liderou o Maria Bacana que fez parte do selo Rock it de Dado Villa Lobos, foi produzido pelo próprio e por Tom Capone; tocou em festivais importantes, mas infelizmente chegou ao fim com pouco tempo de atividade.
Após vários anos André lança seu primeiro disco solo, “Bem-vindo à navegação” de 2010. Pouco tempo depois sai “Das 10 às 12“, gravação ao vivo  que inicialmente seria apenas um ensaio, em 2012 lançou “Enfim terra firme” e no ano passado veio com “Amor Atlântico“.
 
Foto de João Smith
 
Agora, em 2014 “Surf Budismo” vem para comprovar mais uma vez o talento de André L. R. Mendes como compositor e cantor. O disco, assim como seus outros trabalhos, apresenta musicas criativas e bem elaboradas que juntam peso e melodia em letras inteligentes.
 
Não ouço há um bom tempo musicas como “Teu” e “Procuro imagens“, que falam de amor com simplicidade e ao mesmo tempo sem versos clichês. Outra canção excelente é “O medo nos olhos de Marina” com versos como “O seu maior desejo era parar de sentir vontade de odiar” e “Raiva de tudo que não entende, desde novinha se pai ensinou..” tudo haver com os tempos em que vivemos hoje.
 
Surf budismo foi gravado de forma totalmente independente, você pode baixar direto do site do André e ainda tem umas surpresas, como o próprio divulga:
 
“PRONTO!
TÁ LANÇADO! SURF BUDISMO TÁ NO AR! ( no www.andremendesmusica.com.br )
lançando o meu 4º disco solo,”surf budismo”;disco muito especial pra mim pois nesse eu fiz TUDO.gravado em casa num ipad,representa a minha independência total…eu até brinco que sou o “artista mais indie do brasil”…hj eu posso gravar um disco a hora que eu quiser,na hora que a inspiração mandar,e isso pra um artista é sensacional.é como ser um pintor e ter tinta,tela e cavalete em casa.uma delícia.
agora o disco está aí pra vcs ouvirem e baixarem gratuitamente no meu site:www.andremendesmusica.com.br
tem um encarte virtual que dá pra “folhear”, simulando a experiência “do tempo dos albuns”…espero que vcs gostem!
depois de ouvirem e/ou baixarem,se vcs quiserem comprar o cartão postal do disco…serve como se vcs estivessem comprando o download do disco num itunes,por exemplo…só que é “sem atravessadores”! pra quem comprar o postal e quiser uma dedicatória eu vou escrever com muita atenção e agradecimento. vcs estarão ajudando na minha aventura de ser artista independente e eu só posso agradecer.lembrando que,obviamente,a compra do cartão não é obrigatória pra ouvir e baixar o disco…é uma “força”.
gostaria de agradecer tb aos amigos que mandaram suas fotos pra sessão “amigos surf budistas”…vcs fizeram o “meu” virar “nosso”.
espero que seja gostoso pra vcs ouvir como foi pra mim produzir. é um disco leve e que,se tem uma intenção estética,é a de harmonizar.
super surf.
super budista.
agradeço desde já a atenção de vcs!
grande abraço
andre”
 
Para conhecer mais acesse:
 
 
Se inscreva:
 
 
Siga:
 
 
Para terminar fique com os clipes produzidos por André L. R. Mendes para três faixas do álbum:
 
 

 
 

 
 
 
Sucesso para ele. Agradeço por conhecer o ótimo trabalho e ainda relembrei o Maria Bacana que cheguei a ouvir nos anos 90.

0 thoughts on “Antena Ligada: André L. R. Mendes – Surf Budismo

  1. Da sua lista, se existe um que eu realmente gosto muito e é detestado, é o Hulk, concordo plenamente com o sr, prefiro um filme como o de 2003 que disserta sobre traumas e raivas reprimidas que podem alimentar terrores psicológicos, do que um filme como Vingadores que a gente assisti, ri, e quando assiste novamente, vê que não possui tanto conteúdo assim. E acrescento que na minha visão, o segundo filme do Webb com o Aranha conseguiu ser bem pior que o primeiro, que já não é essas coisas, não é só por ter lançador de teia (e ainda mais versão turbo, se comparado com os quadrinhos) que esse filme foi mais fiel, eu vejo bem mais fidelidade na trilogia do Raime, ou melhor, nos dois primeiros dele, desde que os vi no cinema quando eu era criança que eu consigo gostar deles da mesma forma.

  2. Eu gostei de Super-Homem — O Retorno. Dos filmes do Super-Homem, eu só gostei de três: Superman II, Superman Return e Man of Steel (que eu considero indiscutivelmente o melhor já feito, indo ser superado só por Batman V.S Superman)…

  3. Kristen Bell tbm seria boa opção…Mas da citadas, concordo com a Rachel McAdams e Katee
    Sackhoff…. Se bem que a loira da serie Chuck tbm seria uma boa capitã. Mas preferiria que fosse a Mônica Rambeau em vez da Denvers

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *