Antena Ligada – Baby Budas

Espalhe!

Antena Ligada está de volta com uma banda gaúcha de som psicodélico

Olá, está de volta o Antena Ligada. Ele nunca havia ido embora de fato, mas andei enrolado e faz tempo que não posto nada.

Para quem não conhece o Antena Ligada é a parte do CPR onde falamos de artistas e bandas novas e independentes que ouvimos por aí. No post de hoje trazemos Baby Budas, banda gaucha que faz um som muito maneiro, carregado de psicodelia.

Estava devendo o post sobre o Baby Budas há tempos, então antes tarde do que nunca. Eles lançaram no ano passado o álbum “Baby Budas no Jardim de Infância” , que resultou no videoclipe da faixa “Pardais“.

Um pouco sobre a Baby Budas

A banda foi criada em 2014 e é composta por Henrique Bordini no baixo e voz, Henrique Cardoni que manda no teclado, violão e voz, Bruno Ruffier na guitarra e voz, além de Humberto Mohr na bateria.

O nome da banda tem um sentido que o próprio grupo apresenta: “Nada mais kitsch, mundano e pop que a palavra “Baby”. Baby é a quebra dos valores elevados. “Buda”, por outro lado, é o sagrado, cuja transcendência e iluminação todos desejamos.”  Então dessa fusão chamada pela crítica musical de “psicodelia sulista atualizada” nasce o “Baby Budas”.

Brega psicodélico

O que mais me surpreendeu no som do Baby Budas  é exatamente essa  irreverência do brega, já presente no rock também,  mas ao mesmo tempo com muito virtuosismo e psicodelia que ao ouvirmos remonta mesmo a algo divino, como uma viagem fora da Terra. O fechamento do disco com “Pardais” e logo depois “Aloha Marciano” e um Bônus Traque, “Love Divine” com a cantora Randa Khamis da banda “Randa and the Soul Kingdom” é sensacional, uma viagem sonora, quis repeteco assim que ouvi.

Assim, Baby Budas vem direto de Porto Alegre cantar sobre o cotidiano misturando Beatles com Rockabilly, Kraut Rock e Brega. O álbum “Baby Budas no Jardim de Infância” foi produzido por Pedro Petracco (Cartolas e Ian Ramil) e teve lançamento em formato fanzine pelo 180 Selo Fonográfico. O interessante é que o álbum nasceu em festas universitárias lá pela UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) e festas de rua, a banda gravou o primeiro disco após já ter essas experiências acumuladas.

Conferiremos agora o clipe de “Pardais” também lançado ano passado. O vídeo foi produzido e dirigido por Fábio Alt, com edição e finalização de Leonardo Stein, fotógrafos de Porto Alegre. O vídeo em maior parte foi feito em stop motion, aquela técnica de animação quadro a quadro, foram utilizadas em torno de 7 mil fotografias.

Como vimos o videoclipe ficou muito bem feito. O diretor Fábio Alt contou sobre o trabalho realizado na Lagoa Bacopari, Mostardas (RS).“Fomos para a Lagoa Bacopari sem roteiro, sem planejamento, mas com muita vontade de inventar. As primeiras imagens trouxeram ideias para as próximas ações e assim fizemos as pequenas e aleatórias esquetes, com imagens da natureza local. Após edição e finalização pelas mãos mágicas do Leonardo Stein, o resultado foi um conteúdo coeso”.

Esse foi o primeiro single do álbum e depois do lançamento, a Baby Budas já passou com mini-turnê por Santa Catarina, e pelo Fête de la Musique, organizado pela Aliança Francesa de Porto Alegre, como banda convidada, também conquistou  o Edital Permanente de Música da Casa de Cultura Mario Quintana para apresentação no famoso e importante espaço cultural de Porto Alegre.

Fonte: Gabriela Belnhak e Baby Budas.

A Baby Budas esteve também no Radar TVE

Para conhecer melhor a Baby Budas acesse o site e adquira o álbum Baby Budas no Jardim de Infânciahttps://babybudas.bandcamp.com/

Se Inscreva no Canal do Youtube

Curta no Facebook.

Então, com “Baby Budas” tivemos o primeiro “Antena Ligada” do ano e começamos muito bem!

Sucesso para  a banda!

The following two tabs change content below.

Dre Tinoco

Geográfo, viaja tanto que quase não tem tempo para escrever nessa josta. Mas, sempre dá um jeito de ver as postagens com a Natalie Portman

Latest posts by Dre Tinoco (see all)