Antena Ligada: O Levante

Espalhe!
No primeiro Antena Ligada do ano fiquem ligados no som de O Levante. O Levante é REP de protesto. Som e letras da melhor qualidade que funcionam como aula de História, Sociologia, Geografia e tudo mais. Arte que  vem da periferia. Conheci o Levante há algum tempo em um evento no Cine Odeon para Pré-Vestibulares Comunitários e Estudantes em geral, O Domingo é Dia de Cinema e estava para falar deles aqui desde então.
 
Eles lançaram quase no fim do ano passado o novo single “É polícia e é militar“, confira:
 
 

 
Um pouco da história do Levante, pelo próprio grupo:
 
Formado em 2007 por Gas-PA, um MC da velha escola fluminense, e Mimil, recém formado nos trabalhos de base do Coletivo de Hip-Hop Lutarmada, O Levante resgata o REP comprometido com a luta dos explorados e oprimidos, convenientemente ofuscado pelo mercado fonográfica no alvorecer da Nova Ordem Mundial.
Com esta formação a dupla lança os álbuns Temeremos mais a miséria do que a morte e Estado de direito. Estado de direita.
Com a saída de Mimil, e a entrada de Charlene, O Levante lança o “À opressão Não Mais Sujeitos”, título que ao mesmo tempo em que faz menção ao hino da classe trabalhadora (A Internacional, que integra o disco numa versão bem peculiar), repudia a opressiva exigência de uso da norma padrão do idioma imposto pelo opressor europeu. Com esse disco, O Levante vem fincando raízes cada vez mais profundas no solo onde brotou e ainda brota artistas comprometidos com a luta contra-hegemônica e não com o mercado.
 
 
 
O terceiro CD “A opressão não mais sujeito” tem a faixa “Antimperiomidiático“, contra o monopólio da comunicação:
 
 

 
Agora “E odeio ostentação”, outra porrada bem dada.
 
 

 
E mais uma para fechar, ao vivo:
 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *