CINE TRANQUEIRA – LA MUJER MURCIELAGO

Espalhe!

Direção: René Cardona
Elenco: Maura Monti, Roberto Cañedo, Hector Godoy, Jorge Mondragon
México, 1968

Muito antes da Mulher-Gato interpretada por Halle Berry naquele filme de merda, o universo do Batman já havia inspirado uma outra combatente do crime em trajes mínimos no cinema: a Batwoman ou La Mujer Murcielago.

Assim como o filme hollywoodiano, La Mujer Murcielago também é uma bosta. Mas custou bem menos. O diretor René Cardona (não confundir com codorna) foi um daqueles especialistas em produzir bombas cinematográficas barateiras. Nascido em Cuba, ele filmou bastante no México. Lá na terra do Don Ramon, ele realizou incontáveis atentados contra a sétima arte e ainda transmitiu seu talento para um filho e um neto, que mantiveram firme o seu legado.

Mas vamos ao filme: La Mujer Murcielago é meio que uma mistura de Batman, Sports Illustrated, lucha libre, tokusatsu e Chaves (o filme se passa em Acapulco, inclusive) numa falta de definição melhor. A “trama” nos mostra a nossa heroína, que veste somente uma máscara, capa e biquíni, recebendo do serviço secreto mexicano a missão de investigar o sumiço de praticantes da lucha libre.

Acontece que um cientista louco (que tem um assistente de nome Igor, vejam vocês) está capturando esses lutadores para retirar a glândula pineal (mas hein?! recomendo consultar a Wikipedia) deles. O pirado pretende (e consegue!) criar um hibrido homem-peixe.

La Mujer Murcielago é aquele trash de praxe: Roteiro pífio, atuações ridículas, diálogos constrangedores, efeitos baratos e muitas cenas toscas e risíveis. Tente não rir com as lutas da heroína no ringue, onde a protagonista é visivelmente substituída por uma dublê com vários quilos a mais (Não à toa que são as únicas cenas em que a heroína cobre o corpo todo, huahuahua).

Apesar de todas essas “qualidades”, a bagaça não figura na minha lista de bons filmes ruins porque achei bem maçante na maior parte do tempo. O grande destaque acaba sendo mesmo a beleza da protagonista Maura Monti.

Se quiser conferir com seus próprios olhos, está disponível, completo e legendado, no Vocêtubo:


Espalhe!

Marc Tinoco

Um cara igual aquela série. Cheio de referências.