Musos: Jan-Michael Vincent

Compartilhe:
No CPR RadioCast #52: Seriados, Séries, Seriais e Alguma Coisa Sobre o Aranha na Marvel, relembramos as séries que assistíamos e, claro, Águia de Fogo foi um dos assuntos, o que trouxe à tona por onde anda o protagonista Jan-Michael Vincent. Pesquisei e, infelizmente, as noticias não são boas. Então, vamos relembrar este astro dos anos 80.
 
 
 Jan-Michael Vincent nasceu em 15 de julho de 1944, na Colorado, portanto, tem hoje 70 anos. Ex-surfista, ele começou a carreira de ator nos anos 60, em séries como Lassie e Bonanza, frequentemente, interpretando o tipo rebelde.
 
Nos anos 70, Vincent atuou em filmes como  o ótimo Assassino A Preço Fixo (The Mechanic, 1972), em que fazia o discípulo de Charles Bronson; O Risco de uma Decisão (Bite the Bullet, 1975), estrelado por Gene Hackman, Candice Bergen e James Coburn; e O Homem das Mil Faces (Hooper, 1978), com Burt Reynolds, Sally Field e  Adam West.
 
com Bronson
 
Em 1983 esteve na premiada minissérie Sangue, Suor e Lágrimas (The Winds of War), sobre a Segunda Grande Guerra. Já nesse período, surgiram seus primeiros problemas com álcool, sendo detido por dirigir embriagado. Para evitar a cadeia, ele concordou em se internar em uma clínica de reabilitação. 
 
com Ali MacGraw, em Sangue Suor e Lágrimas
 
Quando estreou em Águia de Fogo (Airwolf), em 1984, Vincent já era um dos atores mais bem pagos da televisão norte-americana. A série foi um grande sucesso,  aqui no Brasil, foi transmitida  1984 e 1987, pela Globo e pela Record. A trama girava em torno das missões secretas de um moderno helicóptero militar,  pilotado pelo protagonista Stringfellow Hawke, que era interpretado por Vincent. Hawk, era um piloto que rouba o protótipo de um avançado helicóptero de guerra, projetado por uma agência secreta do governo. Sendo o único capaz de pilotá-lo, ele faz um acordo com a agência: localizar seu irmão desaparecido no Vietnã em troca de realizar missões para a tal agência.
com Jean Bruce Scott
Durante as gravações de Águia de Fogo, Vincent se envolveu em várias brigas de bar. A rede CBS cancelou a série ao final da terceira temporada, mas ela foi resgatada pelo canal USA, que reformulou o elenco e o enredo, produzindo a quarta e última temporada. Vincent, chegou a aparece no primeiro episódio dessa versão, mas foi substituído por Barry Van Dyke, que interpretava o irmão, enfim, localizado no Vietnã, que assume o controle do Águia de Fogo e as missões com o helicóptero.
 
 
 
Após seu afastamento da série, Vincent atuou em filmes de baixo orçamento e fez participações especiais por aí. Enquanto isso, seus problemas com o abuso de álcool só aumentaram, prejudicando sua carreira e também sua vida pessoal. Com vários processos abertos contra ele, que incluem multas de trânsito e até a condenações por violência doméstica, inclusive sua segunda ex-esposa, Joanne Robinson, tem, até hoje, uma ordem judicial para mantê-lo afastado. 
 
No final da década de 1990, o ator se envolveu em um acidente de trânsito que comprometeu permanentemente suas pregas vocais. O ator sofreu um novo acidente em 2008, que também deixou algumas sequelas. Em 2012, uma infecção causada por complicações de doença arterial periférica, levou o ator a passar por uma cirurgia que amputou parte de sua perna direita. Hoje, Vincent utiliza uma prótese e, por vezes, uma cadeira de rodas para se locomover. 
 
Em 2000, o ator se casou pela terceira vez, com Patricia Ann. Ele ainda tem uma filha, Amber, que aos 41 anos de idade, com quem não mantem contato. Em 2012, em entrevista ao The Enquirer, Vincent falou de seus problemas de saúde e financeiros, além de admitir sofrer de alcoolismo. Seu ultimo trabalho como ator foi em 2002, em um filme chamado White Boy.
 
imagem mais recente, com a esposa, Patricia.
 
Vincent era um ator promissor, que acabou causando o declínio de sua própria carreira, por conta do alcoolismo. História triste, mas, lamentavelmente, nem um pouco rara.
The following two tabs change content below.

Dri Tinoco

Formada em Letras, apaixonada por Literatura e viciada em Cultura Pop. Tornou-se irremediavelmente fã de Jaspion aos 3 anos. Quando criança (e ainda hoje) preferia os filmes do Schwarzenegger a qualquer desenho da Disney e acha que o Viggo Mortensen também é lindo sem a caracterização de Aragorn

Latest posts by Dri Tinoco (see all)

Compartilhe: