Review – Mulher Maravilha: Sangue

Compartilhe:

A Mulher-Maravilha dos Extintos Novos 52

Posso dizer que caguei para os Novos 52. Li praticamente nada, mas me interessei pela Mulher Maravilha do Brian Azzarello. Essa fase ganhou muitos elogios e eu fiquei com vontade de ver qual é, até porque a Mulher-Magravilha do cinema será meio que inspirada nela com o lance de filha de Zeus e tal. Entonces, comprei o encadernado lançado alguns meses atrás pela Panini e finalmente o li dia desses.

A mortal Zola não sabe, mas ela está esperando mais um filho de Mitsumasa Kido Zeus. Revoltada, a deusa chifruda Hera envia dois centauros para matar a teúda e manteúda. A jovem acaba sendo salva por Hermes, que lhe manda até Diana ( a Mulher-Maravilha, seu néscio), que vai proteger a garota a partir daí.

Diana segue com Zola e Hermes até a Ilha Paraíso, lar de suas irmãs amazonas. Na ilha, a rainha Hipólita, mãe de Diana, revela a filhota que ela (Diana) também é filha de Zeus e que aquela história dela ter nascido do barro foi tudo conto da carochinha pra enganar Hera. Acompanhamos então Diana enfrentando picuinhas na ilha, a deusa Discórdia (que nunca ouvi falar e mais tarde meio que vira aliada) e barganhando com Poseidon e Hades.

A história não é nada que vai revolucionar a nona arte, mas, sim, é bem bacana, divertida. É clichê, mas ágil, bem amarrada e com bons diálogos. Embora ainda prefira o reboot oitentista do George Perez, esse aqui é bem digno. A reimaginação dos deuses também é bastante interessante e foge bastante do que já vimos antes em filmes e quadrinhos (ainda que seja meio anime).

Mas o grande destaque são mesmo os desenhos de Cliff Chiang. Que Mulher-Maravilha maravilhosa. Fico até desapontado quando me lembro que no cinema é a Gal Gadot, huahuahua. O cara também é ótimo nas cenas de ação e os personagens são bem expressivos. Bate até aquela deprê quando o Tony Akins assume a arte nas ultimas histórias. Não é ruim mas também não é tão bom assim.

Enfim, gostei.

Se meu bolso permitir, comprarei o Volume 2 que já está nas bancas em algum lugar (aqui nas redondezas ainda não chegou).

The following two tabs change content below.

Marc Tinoco

Um cara igual aquela série. Cheio de referências.

Latest posts by Marc Tinoco (see all)

Compartilhe: