Review- O Artista do Desastre

Espalhe!

The Disaster Artist
Direção: James Franco
Elenco: James Franco, Dave Franco, Seth Rogen, Alison Brie
EUA, 2017


The Room é um longa-metragem de 2003 escrito, produzido, dirigido e protagonizado pelo excêntrico Tommy Wiseau e é considerado um dos piores filmes já realizados em todos os tempos.O tempo passa, o tempo voa, a poupança Bamerindus já era e The Room começa a ser cultuado por aquela galera que adora filmes que são tão ruins, mas tão ruins, que dão a volta e ficam “bons”. A bagaça ganhou muitos fãs e um destes é o ator James Franco que, junto com sua habitual equipe de colaboradores, resolveu contar a história dos bastidores do “Cidadão Kane dos filmes ruins”.


Baseado no livro homônimo escrito por Greg Sestero (ator que vive o personagem Mark em The Room), The Disaster Artist foca sobretudo na amizade deste com Wiseau e a busca pela realização do sonho de vencer em Hollywood. Depois de vários testes fracassados, Sestero embarca na viagem do amigo esquisitão, que decide fazer seu próprio filme, já que ninguém quer lhes dar uma chance. E acabam fazendo o tal pior filme de todos os tempos.


The Disaster Artist me surpreendeu bastante pela maneira como escolheu lidar com a figura estranha de Tommy Wiseau. Conhecendo James Franco, Seth Rogen & cia era de se esperar que o filme enveredasse pelo nonsense, pela galhofa pura e simplesmente. Não é o que acontece. Para começar, a caracterização de Franco como Wiseau ficou perfeita. Consigo não enxergá-lo ali. Sua interpretação vai longe de uma mera imitação, existe uma genuína preocupação em entregar um personagem bem-construído, humano. Inicialmente, o irmão Dave, como Sestero, me causou estranhamento, mas a medida que o filme avança este também parece ir ficando mais a vontade no papel.

Leia mais!  CPR Esteve Aqui - Foo Fighters e QOTSA no Maraca


Seguindo o exemplo de Tim Burton, que realizou em 1994 o genial Ed Wood, sobre o até então “pior diretor da história”, The Disaster Artist é respeitoso com o biografado e busca jogar luz sobre sua personalidade e a feitura do mítico filme. A direção de Franco é correta, Não está preocupada em aparecer mais que o filme. Não inventa demais, pois a figura de Wiseau e tudo que cerca a realização de The Room já é suficientemente interessante. Sem atropelos ou forçadas de barra, The Disaster Artist consegue responder a maioria das perguntas que queríamos fazer sobre The Room, mas não tínhamos coragem de perguntar. Um filme que não é chapa branca em momento algum, abordando as qualidades e defeitos do biografado com segurança. Vale destacar ainda o personagem vivido por Seth Rogen que faz todas as observações que a gente fez quando assistiu The Room pela primeira vez.


Antes de ser uma comédia sobre um sujeito estranho, O Artista do Desastre é um filme sobre superação, a busca incessante em realizar um sonho. No fim, não é o que Tommy Wiseau consegue? Não do jeito que ele imaginava, mas…

Para ver O Artista do Desastre, é necessário assistir The Room antes? Não, mas a experiência fica mais divertida.

Leia outras matérias

1 thought on “Review- O Artista do Desastre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *