Tokusatsu Review – Liveman

Espalhe!

Bem, no fim de semana terminei de ver mais um tokusatsu das antigas que não passou na Rede Manchete, e mesmo assim é bem bacana, huahuahua.

O Esquadrão Super-Feras Liveman

Se em 1987 a Toei Company apostou em 3 séries mais dramáticas e sombrias (Metalder, Kamen Rider Black e Maskman), em 1988 eles devem ter resolvido colocar no ar seriados mais leves e bem-humorados vide Jiraiya, Kamen Rider Black RX (continuação mais infantil de Black) e esse Liveman.
Liveman começa numa academia de estudantes onde conhecemos a trinca Yusuke, Jou e Megumi. Três outros alunos da mesma academia se aliam ao misterioso Império Volt de gênios do mal. Eles detonam toda a academia e matam inclusive dois amigos que trabalhavam com Yusuke e os demais no projeto dos trajes Liveman. Os três, claro, passam a usar os trajes para defender o planeta de Volt.
Embora a trama principal tenha seus contornos dramáticos explorados em boa parte dos episódios, a maioria dos capítulos de Liveman apostam na leveza. O humor as vezes é bastante ingênuo até para um seriado de super-esquadrões e os protagonistas são bonzinhos demais, sempre tentando salvar os fidaputas ex-amigos por mais que estes aprontem com eles. Sério, nem os Changeman atingiram níveis de bondade tão alarmantes assim.
Série vai e os três membros originais ganham mais um robô e a companhia dos irmãos caçulas dos dois estudantes que foram pro saco. Os caras estão em busca de vingança e o esquadrão das super feras agora são cinco como a maioria dos seriados de super-esquadrões. Infelizmente,os dois novos integrantes são chatos pra dedéu, não acrescentam nada e atrapalham a química existente entre os três Liveman originais, Cara, o segundo robô poderia ter aparecido sem esses caras. A série até cai um pouco depois da aparição dos dois, mas se recupera pouco antes dos episódios finais, que são muito bons.
No elenco o destaque vai para Jouji Nakata, que vive o afetado vilão principal chamado Dr.Bias, e Kazuhisa Hirose, no papel de Kemp, o pavão misterioso.
Não sei como os Liveman não tiveram um ataque de risos ao ver o que seu amigo se tornou
Uma curiosidade é que os dois também foram vilões em Flashman (86). Nakata viveu o caçador espacial Kaura e Hirose foi o topetudo Wandar, outro vilão estiloso. No lado da gente de bem, o destaque fica por conta da bonitinha Megumi Mori.
Ela é retratada como a mais inteligente do grupo, o que me leva a pensar que seus amigos burros entraram na academia de GÊNIOS porque eram filhinhos de papai.
Enfim, creio eu que Liveman com seus mocinhos inocentes até o ultimo fio de cabelo e seus vilões espalhafatosos e humanizados teriam feito um grande sucesso se tivessem passado aqui na esteira de Flashman.
Poderia ter continuado só esses 3 a série toda
Enfim, encerro com a Megumi no playback:



Espalhe!

Marc Tinoco

Um cara igual aquela série. Cheio de referências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *